4 dias após caminhoneiros sinalizarem com uma greve, Bolsonaro defende mudanças em código de trânsito

Quatro dias após os caminhoneiros dizerem ter sido traídos pelo governo e ameaçarem parar o país com uma greve, Jair Bolsonaro voltou a defender mudanças no Código de Trânsito, com destaque para o aumento da pontuação para que um condutor possa ter a habilitação cassada

247 - Jair Bolsonaro voltou a defender mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), com destaque para o aumento do número de pontos necessários para que um condutor possa ter a Carteira Nacional de Habilitação(CNH) cassada. 

Segundo ele, uma das categorias mais afetadas é a dos caminhoneiros que ao percorrerem todo o país "perdem rapidamente a carteira de motorista”. Declaração de Bolsonaro foi feita nesta sexta-feira (22), quatro dias após os caminhoneiros dizerem ter sido traídos pelo governo devido ao retorno da tabela de frete e ameaçarem parar o país com uma greve. 

"A gente apresenta o projeto, e os parlamentares emendam. A alma do projeto é passar de cinco para dez anos a validade da carteira de motorista, e passar de 20 para 40 pontos a possibilidade de se perder a carteira", afirmou Bolsonaro durante uma palestra na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, na Urca, zona sul do Rio de Janeiro. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247