'Absurdo', diz Yunes sobre sua prisão

Advogado Jose Yunes, amigo de Michel Temer e apontado como operador do emedebista em esquemas de corrupção, disse considerar sua prisão "um absurdo"; . Yunes foi preso no início da manhã desta quinta-feira (29) por agentes da Polícia Federal por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso no âmbito do inquérito que apura se Temer recebeu vantagens indevidas da Rodrimar por meio da edição de um decreto que teria favorecido a empresa do setor portuário; segundo ele, este é "um caso que eu já depus e tudo"

Advogado Jose Yunes, amigo de Michel Temer e apontado como operador do emedebista em esquemas de corrupção, disse considerar sua prisão "um absurdo"; . Yunes foi preso no início da manhã desta quinta-feira (29) por agentes da Polícia Federal por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso no âmbito do inquérito que apura se Temer recebeu vantagens indevidas da Rodrimar por meio da edição de um decreto que teria favorecido a empresa do setor portuário; segundo ele, este é "um caso que eu já depus e tudo"
Advogado Jose Yunes, amigo de Michel Temer e apontado como operador do emedebista em esquemas de corrupção, disse considerar sua prisão "um absurdo"; . Yunes foi preso no início da manhã desta quinta-feira (29) por agentes da Polícia Federal por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso no âmbito do inquérito que apura se Temer recebeu vantagens indevidas da Rodrimar por meio da edição de um decreto que teria favorecido a empresa do setor portuário; segundo ele, este é "um caso que eu já depus e tudo" (Foto: Paulo Emílio)

247 - O advogado Jose Yunes, amigo de Michel Temer e apontado como operador do emedebista em esquemas de corrupção, disse considerar sua prisão "um absurdo". Yunes foi preso no início da manhã desta quinta-feira (29) por agentes da Polícia Federal por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso no âmbito do inquérito que apura se Temer recebeu vantagens indevidas da Rodrimar por meio da edição de um decreto que teria favorecido a empresa.

Segunda a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, poucos instantes antes de ser preso, Yunes disse que que sua detenção era um "absurdo" e que este era "um caso que eu já depus e tudo".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247