Advogado Marcelo Uchôa aponta crime comum e de responsabilidade em ataque de Bolsonaro à Anvisa

Bolsonaro fez "insinuação criminosa" após aprovação da Anvisa para vacinação de crianças contra Covid. Barra Torres respondeu

www.brasil247.com - Marcelo Uchôa e Jair Bolsonaro
Marcelo Uchôa e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução | Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O advogado Marcelo Uchôa, pelo Twitter na manhã deste domingo (9), apontou crime comum e de responsabilidade na conduta de Jair Bolsonaro de sugerir que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) tenha interesses obscuros na aprovação da vacinação de crianças contra Covid-19.

O diretor-presidente da agência, Antonio Barra Torres, divulgou forte nota no sábado (8) contra as suspeitas levantadas por Bolsonaro. Barra Torres cobrou uma retratação do chefe do governo federal.

Para Uchôa, não é o caso de retratação. "A nota do diretor da Anvisa foi firme e oportuna, mas errou ao propor retratação. Não cabe. Ou o presidente prova que houve vício na decisão de aprovação da vacina para crianças ou deve ser responsabilizado pela insinuação criminosa. Para mim foi crime comum e de responsabilidade".

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email