Afrânio critica fascistas: estamos no fundo do poço

"Declaro publicamente que tenho nojo e repulsa a todos os magistrados, membros do MP e professores de Direito que se inserem na chamada ideologia de extrema direita", diz o jurista Afrânio Silva Jardim; "Estamos chegando no 'fundo o poço' e me nego a morrer 'afogado' por tantas asneiras, crendices, ausência de conhecimento e discernimento"

Afrânio critica fascistas: estamos no fundo do poço
Afrânio critica fascistas: estamos no fundo do poço

Por Afrânio Silva Jardim, em seu Facebook

REPUGNÂNCIA AOS FASCISTAS

Minha repulsa é muito mais abrangente. Entretanto, como profissional que atua no sistema de justiça desde os idos de 1975, declaro publicamente que tenho nojo e repulsa a todos os magistrados, membros do Ministério Público e professores de Direito que se inserem na chamada ideologia de extrema direita.

Destas pessoas daninhas, quero distância e não desejo com elas me relacionar, ainda que profissionalmente.

Não compreendo e não aceito como pessoas mais esclarecidas podem se sentir atraídas por esta corrente de pensamento que se lastreia nos piores valores e que prega uma prática insidiosa, truculenta, obscura e adversária das concepções humanistas.

Evidentemente que este meu desapreço lhes é indiferente e sequer dele têm conhecimento. Nada obstante, em dias como hoje, eu não poderia ir dormir com esta indignação guardada.

Ademais, tudo isto faz sentido para os leitores e amigos que têm a mesma utopia que me encoraja a continuar a lutar por um mundo melhor, mais justo, generoso e solidário.

Cada vez mais estou me tornando mais radical e me tornando intolerante com tanta ignorância e idiotice.

Jamais pensei que, nesta fase adiantada de minha vida, tivesse ainda de lutar pela disseminação da cultura, do conhecimento histórico e pela crença na ciência.

Julgo que estamos chegando no "fundo o poço" e me nego a morrer "afogado" por tantas asneiras, crendices, por tanta ausência de conhecimento e discernimento !!!

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247