Altman: propor frente com Maia, que reivindica golpe contra Dilma e defende Bolsonaro, é vergonha alheia

O jornalista Breno Altman refere-se aos posicionamentos de Rodrigo Maia, que disse “não se arrepender do impeachment de Dilma Rousseff” e também que “Bolsonaro não cometeu crimes que justifiquem seu impeachment”

Breno Altman, Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro
Breno Altman, Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro (Foto: Felipe Gonçalves/Brasil247 | Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- O jornalista Breno Altman usou suas redes sociais nesta quarta-feira (4) para criticar setores do campo progressista que defendem alianças com a centro-direita na chamada “frente ampla”, como justifica para derrotar o bolsonarismo. 

As críticas de Altman ocorrem após a participação de Rodrigo Maia no programa Roda Viva desta segunda-feira (3), em que o parlamentar disse  “não se arrepender do impeachment de Dilma Rousseff” e também que “Bolsonaro não cometeu crimes que justifiquem seu impeachment” , 

“E tem setores de esquerda que propõe “frente ampla” com esse senhor, que reivindica o golpe contra Dilma e defende o mandato de Bolsonaro. Vergonha alheia!”, declarou Altman. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247