Apoiador de Bolsonaro, dono da Havan atiça ataque contra jornalista

Associação Brasileira de Jornalismo investigativo (Abraji) denunciou, em nota, a ameaça feita pelo empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, ao jornalista Ricardo Galhardo, que queria entrevistá-lo acerca da denúncia de que ele seria um dos financiadores do esquema milionário de divulgação de fake News contra o candidato; Hang divulgou o telefone do jornalista para 56 mil seguidores de suas redes sociais; o jornalista vem sendo alvo de ameças no Twitter.

Apoiador de Bolsonaro, dono da Havan atiça ataque contra jornalista
Apoiador de Bolsonaro, dono da Havan atiça ataque contra jornalista

247 - A Associação Brasileira de Jornalismo investigativo (Abraji) denunciou, em nota, a ameaça feita pelo empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, ao jornalista Ricardo Galhardo, do jornal O Estado de S. paulo, que queria entrevistá-lo acerca da denúncia de que ele seria um dos financiadores do esquema milionário de divulgação de fake News contra o candidato do campo democrático, Fernando Haddad (PT) para favorecer o candidato de extrema direita, Jair Bolsonaro (PSL). Hang divulgou o telefone do jornalista para 56 mil seguidores de suas redes sociais.

"Quando perguntei sobre o assunto, ele me xingou, disse que iria 'me foder e que iria colocar meu telefone nas redes sociais", conta Galhardo. Segundo ele, após a ameaça, Hang divulgou o seu número nas redes sociais e ele passou sofrer ameaças pelo Twitter. Hang, que já foi multado em R$ 10 mil pelo tribunal Superior Eleitoral (TSE), já gravou vídeos coagindo funcionários a votarem em Bolsonaro.

"Não há liberdade de imprensa se os jornalistas estão sujeitos, por exercerem seu trabalho e o seu direito de crítica, passam a sofrer ameaças estimuladas pelas redes sociais. Aliás, em relação a nós, que não dispomos de uma grande empresa a respaldar-nos, já sabemos que isso vem acontecendo", diz o editor do Tijolaço, Fernando Brito.

"Mas o fascismo é uma ameaça não à esquerda, mas a todos, e o episódio mostra bem isso. Quando, depois, estas ameaças se transformarem em bordoadas, surras e tiros, não venham dizer que "não podem controlar" o exército de bestas-fera que insuflam", completa.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247