Após 13 anos em queda, hanseníase volta a crescer no Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, 28.657 pessoas receberam o diagnóstico da doença em 2018; em 2016, esse número foi de 25.214, um crescimento de 14% em dois anos após mais de uma década de queda

(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Doença alvo de muito preconceito, a hanseníase voltou a crescer no Brasil após 13 anos em queda, apontam dados do Ministério da Saúde pesquisadoes pela Folha de S.Paulo.

Em 2018, 28.657 pessoas receberam o diagnóstico da doença. Em 2016, esse número foi de 25.214, um crescimento de 14% em dois anos após mais de uma década de queda, apontam a reportagem.

Mato Grosso foi o estado com maior salto de diagnósticos (76%) em dois anos. Rondônia (56%) foi o segundo. Outros estados que tiveram alta entre 27% e 35% foram Paraíba, Rio de Janeiro, Alagoas, Rio Grande do Norte e Roraima.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247