Após determinação da Justiça, caminhoneiros devem voltar ao trabalho

Grevistas decidem retomar a distribuio de combustvel na Regio Metropolitana nas primeiras horas dessa quarta-feira. Liminar do TJ prev multa diria de R$ 1 milho para o descumprimento da deciso

Após determinação da Justiça, caminhoneiros devem voltar ao trabalho
Após determinação da Justiça, caminhoneiros devem voltar ao trabalho (Foto: RENATO LUIZ FERREIRA/AGÊNCIA ESTADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A greve dos caminhoneiros, que paralisaram por quase 48 horas a distribuição de combustível na Região Metropolitana, deve terminar hoje. Eles decidiram suspender o bloqueio nos centros de distribuição que atendem a capital nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (7). O juiz Emilio Migliano Neto, da 7ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), concedeu na noite desta terça-feira (6) medida liminar para determinar que os sindicatos encerrassem o movimento grevista. A multa diária prevista pelo descumprimento da decisão é de R$ 1 milhão.

Os caminhoneiros cruzaram os braços contra a cobrança de multas aos que circularem pela Marginal do Tietê e em outras 25 vias da cidade nos horários de pico. Pelo menos cem postos, dos cerca de 2.000 existem na região metropolitana, estavam sem combustível até o começo da noite.

Nesta quarta-feira, a Polícia Militar continua os serviços de escolta a caminhões-tanque que sairão dos centros de distribuição para garantir a entrega de combustível em serviços essenciais, como o transporte público e a coleta de lixo.

Ainda não há previsão de quando a distribuição estará normalizada.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email