Ataque de Moro à imprensa é o "auge do autoritarismo", diz Flávio Dino

O governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), classificou os ataques do ministro Sergio Moro, ex-juiz da Lava Jato, como "o auge da prepotência e do autoritarismo"; o governador repudiou as declarações de Moro que disse que os vazamentos divulgados pelo site The Intercept fazem parte de uma campanha “a favor da corrupção”

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- Sem citar nomes, o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) repudiou os ataques de Sergio Moro, ministro da Justiça, que usou o Twitter para afirmar que os vazamentos divulgados pelo site The Intercept fazem parte de uma campanha “a favor da corrupção”.

"Os autodenominados 'agentes da lei' dizem que seus críticos são defensores da corrupção. Isso é o auge da prepotência e do autoritarismo", escreveu Flávio Dino.

"Além de, aí sim, ser ridículo. Minha solidariedade aos jornalistas, de vários veículos de comunicação, injustamente agredidos em sua honra", completou.

Diante da série de reportagens que escancararam o seu modus operandi na Lava Jato, revelando o conluio existente na operação, o ex-juiz e atual ministro da Justiça, atacou a imprensa. “Sou grande defensor da liberdade de imprensa, mas essa campanha contra a LavaJato e a favor da corrupção está beirando o ridículo. Continuem, mas convém um pouco de reflexão para não se desmoralizarem. Se  sério e autêntico, publiquem por gentileza”, postou Moro.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247