'Aviso aos ladrões de madeira: o jogo só termina quando acaba', diz delegado da PF que denunciou Salles

Alexandre Saraiva foi retirado na superintendência do Amazonas após atrito com o ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente)

Delegado Alexandre Saraiva e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles
Delegado Alexandre Saraiva e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Alexandre Saraiva, delegado da Polícia Federal que foi retirado na superintendência do Amazonas após atrito com o ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente), publicou um recado nas redes sociais apontando que atores das ações de desmatamento no Norte do Brasil serão punidos, ao contrário do que defende o titular da pasta do Meio Ambiente.

"Aviso aos ladrões de terras e madeira: o jogo só termina quando acaba. Sentenças são sujeitas a recursos", escreveu Saraiva.

Nesta quarta-feira (5) segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, a juíza federal Mara Elisa Andrade, do Amazonas, mandou a Polícia Federal devolver volumes de madeiras apreendidas na operação que vem gerando atrito entre o Saraiva e Ricardo Salles.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email