Bate-boca no STF: Barroso diz que Toffoli foi deselegante; Moraes rebate e cita desrespeito à legislação

Durante sessão nesta quarta (16), às vésperas do julgamento sobre segunda instância, o ministro Alexandre de Moraes votava e era constantemente interrompido por Luís Roberto Barroso. O presidente Dias Toffoli interrompeu e pediu que Barroso respeitasse os colegas. Barroso respondeu dizendo que Toffoli estava sendo deselegante

(Foto: STF)

247 - O julgamento de uma ação contra resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que trata da prestação de contas partidárias revelou o clima de tensão que prevalece entre os ministros do Supremo Tribunal Federal, às vésperas do julgamento que vai tratar da prisão em segunda instância.

O jornalista Reinaldo Azevedo relatou em sua coluna o bate-boca que aconteceu nesta quarta-feira (16) entre os ministros Alexandre de Morais e Luis Roberto Barroso.

Azevendo conta que Moraes votava e era constantemente interrompido por Luís Roberto Barroso, que expunha um entendimento diferente. O presidente Dias Toffoli interrompeu e pediu que Barroso respeitasse os colegas. Barroso respondeu dizendo que Toffoli estava sendo deselegante.

"Essa crença de que dinheiro público é dinheiro de ninguém é que atrasa o país", disse Barroso.

Moraes rebateu: "Essa crença de que o Supremo Tribunal Federal pode fazer o que bem entende desrespeitando a legislação também atrasa o país".

Ao vivo na TV 247 Youtube 247