Boaventura de Sousa Santos diz que Brasil terá convulsão social sob governo do 'neofascista' Bolsonaro

O cientista social português Boaventura de Sousa Santos diz que Jair Bolsonaro é neofascista e o Brasil vai viver convulsão social tal como ocorre em outros países latino-americanos. "Quando as pessoas começarem a sentir no bolso das famílias a consequências dessas políticas neoliberais vai haver consequências e eventualmente traduzir-se-á em convulsão social", disse

Boaventura de Sousa Santos
Boaventura de Sousa Santos (Foto: Fórum/Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O cientista social português Boaventura de Sousa Santos encontra-se no Brasil para participar da abertura da reunião anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped), realizada na Universidade Federal Fluminense (UFF). 

Ele criticou duramente o governo de Jair Bolsonaro, a quem classifica como um neofascista, e diz que o Brasil deve ser o próximo país da América Latina a entrar em uma convulsão social, informa a revista Fórum.

"Quando as pessoas começarem a sentir no bolso das famílias a consequências dessas políticas neoliberais vai haver consequências e eventualmente traduzir-se-á em convulsão social”, afirmou em entrevista a Bruno Alfano, na edição desta terça-feira (22) do jornal O Globo.

Boaventura disse ainda que vê a gestão Bolsonaro como “pior possível”, que está causando um “dano extraordinário ao Brasil”.

“Para mim. [Bolsonaro] é um neofacista. É um homem que não estava preparado para dirigir um país, nem sequer para dirigir uma empresa" [...]. "E penso que Bolsonaro tem causado um dano extraordinário ao Brasil porque veio legitimar tudo aquilo que havíamos pensado que havia sido superados". 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247