Boff critica Moro: julgou Lula por convicções políticas

Teólogo e professor da UERJ, Leonardo Boff saiu em defesa do ex-presidente Lula, destacando o caráter político de sua condenação; "O mais visível é a falta de parcialidade do juiz [Moro]. Manifesta vontade de perseguição, não aceitando testemunhas e interpretando de forma subjetiva", afirmou

Boff critica Moro: julgou Lula por convicções políticas
Boff critica Moro: julgou Lula por convicções políticas

247 - Leonardo Boff, teólogo e professor da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) criticou a condenação do ex-presidente Lula pelo juiz Sergio Moro, mas disse ainda ter esperanças de que o TRF-4 anule o julgamento.

"O mais visível é a falta de parcialidade do juiz [Moro]. Manifesta vontade de perseguição, não aceitando testemunhas e interpretando de forma subjetiva. Julgando mais por convicções políticas do que pelo que os autos dizem, porque não há nenhuma escritura que configure Lula como proprietário. Minha impressão é que possivelmente um dos juízes, com mais sentimento de justiça, peça vistas, e isso protele por muito tempo. Um ano ou dois. Outra possibilidade: o próprio TRF-4, dada a pressão de grandes intelectuais, simplesmente anule esse julgamento.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247