Bolsonaro ainda resiste a demitir Ernesto Araújo, pior chanceler que o Brasil já teve

Bolsonaro não gostou das críticas dos parlamentares ao seu ministro das Relações Exteriores e resiste a demiti-lo

Ernesto Araújo
Ernesto Araújo (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Jair Bolsonaro acha que os parlamentares e entre estes principalmente o presidente da Câmara, Arthur Lira, exageraram nas críticas ao seu ministro das Relações Exteriores, cuja demissão é uma exigência unânime dentro da própria base de apoio do governo. Mas Bolsonaro resiste  a afastá-lo.  

Segundo O Globo, Bolsonaro organizou uma força-tarefa para manter o chanceler de extrema direita no cargo. Ernesto Araújo é considerado o pior chanceler que o Brasil já teve e é severamente criticado por estar prejudicando as relações do Brasil com o mundo, o que se torna mais grave no auge da pandemia, em que o país precisa mais do que nunca da cooperação internacional.

Segundo pessoas próximas de Bolsonaro, ele avalia que já fez muitas concessões e dispensar Ernesto Araújo, logo depois de demitir Eduardo Pazuello da Saúde e tirar Fabio Wajngarten da Secretaria de Comunicação, poderia desagradar seus seguidores de extrema direita, base importante para a campanha da reeleição em 2022. 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email