Bolsonaro diz que "depravação total" no Carnaval é culpa do PT

Jair Bolsonaro defendeu a campanha de abstinência sexual durante o Carnaval, proposta pela ministra Damares Alves, e culpou os governos do PT pelo que chamou de “depravação total”. “Essa liberdade que pregaram ao longo (das gestões) do PT todo, que vale tudo, se glamoriza certos comportamentos que um chefe de família não concorda, chega a esse ponto, uma depravação total", afirmou

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro defendeu, nesta quarta-feira (5) a campanha de abstinência sexual proposta pela ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, durante o Carnaval e culpou os governos do PT pelo que chamou de “depravação total”.

“Essa liberdade que pregaram ao longo (das gestões) do PT todo, que vale tudo, se glamoriza certos comportamentos que um chefe de família não concorda, chega a esse ponto, uma depravação total. Não se respeita nem sala de aula mais”, disse Bolsonaro na saída do Palácio do Alvorada. 

Ao defender a campanha de abstinência sexual, Bolsonaro disse que os críticos da proposta tentam “esculhambar” a ministra Damares Alves e usou a própria filha, Laura, de nove anos, como exemplo.

“Quando ela fala em abstinência sexual, esculhambam ela. Quem quer... Eu tenho uma filha de nove anos, você acha que eu quero minha filha grávida no ano que vem? Não tem cabimento isso aí. É essa a campanha que ela faz”, disparou. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247