Bolsonaro e Moro disputam grupos de apoio e eleitorado de direita

Um dos grupos mais disputados é o setor militar

Jair Bolsonaro e o ex-juiz parcial e suspeito Sergio Moro
Jair Bolsonaro e o ex-juiz parcial e suspeito Sergio Moro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - As movimentações recentes no cenário eleitoral esquentaram a disputa entre o ex-ministro Sergio Moro (Podemos), pré-candidato à Presidência, e Jair Bolsonaro. Ele querem firmar posições de apoio dentro de grupos que tiveram peso decisivo na eleição de 2018. Ambos competem para cativar o eleitorado da direita e centro-direita

O partido de Moro filiou nesta quinta-feira (25) o general Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria-Geral do governo Bolsonaro. A filiação do general corresponde à estratégia de  tentar atrair a ala militar, uma das bases de apoio de Bolsonaro. O ex-juiz condenado pela Suprema Corte do país com suspeito e parcial, publicou também na quinta-feira nas redes sociais uma foto de uma reunião em que estava outro general, o ex-porta-voz de Bolsonaro, Otávio Rêgo Barros, com a legenda de que está em pauta "a transparência das contas públicas”. O ex-juiz Sergio Moro praticou todo tipo de irregularidades nos processos da Lava Jato e, contra os princípios da transparência, fez conchavos com procuradores para condenar e prender Lula. 

Por sua vez, Bolsonaro tem intensificado as agendas em eventos das Forças Armadas. Nesta sexta-feira, ele vai a uma formatura no Rio da brigada de infantaria paraquedista do Exército e, no sábado, tem presença confirmada numa cerimônia com cadetes na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende, instituição em que o próprio presidente estudou e na qual conheceu Santos Cruz, informa o Globo.

PUBLICIDADE

A partir de agora Bolonaro e Moro vão se engalfinhar na disputa pelo  eleitorado de direita. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email