Bolsonaro: 'No fundo, não gostaria de fazer reforma da Previdência'

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 21, durante transmissão pelas redes sociais, que não gostaria de fazer a reforma da Previdência, que na prática retira a aposentadoria de milhões de trabalhadores; "No fundo, não gostaria de fazer a reforma da Previdência. Mas eu estaria sendo irresponsável com o Brasil nos próximos anos", disse; Bolsonaro e defendeu as mudanças propostas na aposentadorias dos militares, dizendo que a proposta "leva em conta perdas lá atrás"; na Câmara já há insatisfação da base com a falta de articulação do governo para a aprovação da matéria

Bolsonaro: 'No fundo, não gostaria de fazer reforma da Previdência'
Bolsonaro: 'No fundo, não gostaria de fazer reforma da Previdência' (Foto: Alan Santos/PR)

247 - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 21, durante transmissão pelas redes sociais que não gostaria de fazer a reforma da Previdência, numa clara derrota para o ministro da Economia, Paulo Guedes. 

"No fundo, não gostaria de fazer a reforma da Previdência. Mas eu estaria sendo irresponsável com o Brasil nos próximos anos", disse Bolsonaro. O capitão reformado afirmou que a reforma "vai cobrar menos de quem ganha menos e mais de quem ganha mais" e defendeu as mudanças propostas na aposentadorias dos militares.

Segundo ele, a proposta, que reduz a uma economia de apenas R$ 10 bilhões em anos, o que representa 1% do R$ 1 trilhão proposto pelo governo, "leva em conta perdas lá atrás". "Ninguém está brigando por direitos", declarou Bolsonaro.

Segundo o site O Antagonista, o deputado Felipe Francischini, presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, já não esconde mais sua insatisfação com a articulação política do governo na CCJ, primeira parada da reforma da Previdência. 

Assista às declarações do presidente Jair Bolsonaro:

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247