Bolsonaro, que politizou a pandemia desde o início, agora diz que "está na hora de parar de politizar" tratamento precoce

Bolsonaro chegou a barrar a compra da CoronaVac pelo governo federal por motivos ideológicos, e agora se queixa de uma suposta politização acerca da ivermectina, Annita e hidroxicloroquina, remédios sem eficácia cientificamente comprovada contra Covid-19

Bolsonaro corre atrás de ema com cloroquina
Bolsonaro corre atrás de ema com cloroquina (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A apoiadores no Palácio da Alvorada, Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (14) que o tratamento precoce contra a Covid-19 deve parar de ser politizado. Bolsonaro é defensor da medicação com ivermectina, Annita e hidroxicloroquina em pacientes com sintomas mínimos da doença. No entanto, nenhuma dessas substâncias tem comprovação científica de eficácia contra o coronavírus.

Bolsonaro, que politizou e minimizou a pandemia desde o início, inclusive selecionando vacinas de acordo com o país de origem do imunizante, tal como a chinesa CoronaVac, reclamou de uma suposta politização dos remédios. "Estamos com problema sério em Manaus. Tratando à noite, de madrugada. Agora tivemos a informação, não sei se é verdadeira, vou confirmar se é verdadeira ainda. O PSOL teria entrado com uma ação na Justiça para que os prefeitos não deem tratamento precoce ao pessoal que procurar a saúde. Se for verdade isso aí, pelo amor de Deus. Acho que está na hora de parar de politizar esse negócio, aí".

Bolsonaro também voltou a se vitimizar, afirmando que não é fácil ser presidente da República. "Tem gente que acha que ser presidente, ser governador, prefeito, é para comemorar. Não é para comemorar. É um tempo que você vai passar trabalhando, se você quiser, obviamente, trabalhando para o próximo. Não é fácil".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247