Bolsonaro se isola até de governadores eleitos com ele

O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel não é o único governador eleito na esteira do bolsonarismo a expor discordâncias com o ocupante do Palácio do Planalto. Em São Paulo, João Doria (PSDB) também se afasta de Blsonaro, aponta o jornal O Globo.

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)

247 - O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel não é o único governador eleito na esteira do bolsonarismo a expor discordâncias com o ocupante do Palácio do Planalto. Em São Paulo, João Doria (PSDB) também se afasta de Blsonaro, aponta o jornal O Globo.

“O Brasil deu um passo enorme para trás em questões ambientais”, disse no último sábado (24), o governador de São Paulo, que busca se afastar do rótulo "BolsoDória", com que se elegeu no ano passado.  

Dória criticou recentemengte a dificuldade de Bolsonaro para dialogar e atacou a indicação do nome de Eduardo Bolsonaro para a embaixada nos EUA.

Também Romeu Zema, do partido Novo, tem criticado Jair Bolsonaro e abandona o slogan “BolsoZema”, usado na campanha eleitoral. 

O mesmo ocorre com o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, do PSL e Ibaneis Rocha (MDB), do Distrito Federal, que discordou da extinção de radares nas estradas e da ordem para que o Exército rememorasse, em março, o aniversário do golpe militar.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247