Bolsonaro vai intensificar ofensiva contra Celso de Mello

Jair Bolsonaro está elaborando uma estratégia política e jurídica contra o ministro Celso de Mello, argumentando que o decano da Suprema Corte é suspeito, pois estaria tomando decisões exageradas contra ele

Celso de Mello e Jair Bolsonaro
Celso de Mello e Jair Bolsonaro (Foto: STF e Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ao publicar neste domingo (24) um trecho da lei de abuso de autoridade, Jair Bolsonaro deu o sinal de que vai continuar atacando o STF e concentrando seu combate no decano Celso de Mello, relator do inquérito sobre a interferência do inquilino do Palácio do Planalto na Polícia Federal.  

Reportagem dos jornalistas Gustavo Uribe, Bernardo Caram e Paulo Saldaña na Folha de S.Paulo assinala que Bolsonaro está elaborando com assessores e aliados uma estratégia que consiste em acusar o ministro Celso de Mello de tomar decisões não razoáveis, exageradas e baseadas em motivações políticas para prejudicar Bolsonaro. Tudo isso para caracterizar a suspeição do decano do STF. 

A reportagem aponta, por outro lado que a decisão de enfrentar o ministro Celso de Mello não é consensual no Palácio do Planalto, onde há também o temor de que ataques duros despertem sentimento de união da corte, estimulando uma resposta conjunta, o que prejudicaria o governo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247