Boulos aponta contradição de Bolsonaro: armas contra violência?

"Bolsonaro ofende a lógica ao defender 'armas para todos' no combate à insegurança. É como oferecer cachaça para acabar com alcoolismo", postou no Twitter Guilherme Boulos, líder do MTST e da Frente Povo Sem Medo

"Bolsonaro ofende a lógica ao defender 'armas para todos' no combate à insegurança. É como oferecer cachaça para acabar com alcoolismo", postou no Twitter Guilherme Boulos, líder do MTST e da Frente Povo Sem Medo
"Bolsonaro ofende a lógica ao defender 'armas para todos' no combate à insegurança. É como oferecer cachaça para acabar com alcoolismo", postou no Twitter Guilherme Boulos, líder do MTST e da Frente Povo Sem Medo (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em uma postagem no Twitter nesta segunda-feira 9, o líder do MTST e da Frente Povo Sem Medo, Guilherme Boulos, apontou a contradição de Jair Bolsonaro em sua defesa à liberação das armas no Brasil.

"Bolsonaro ofende a lógica ao defender 'armas para todos' no combate à insegurança. É como oferecer cachaça para acabar com alcoolismo", publicou.

O deputado está de passagem pelos Estados Unidos. Neste domingo 9, ele postou vídeos atirando e defendendo a pistola .50, considerada a mais poderosa do mundo, para uso da polícia brasileira.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247