Boulos após desabamento de prédios no Rio: milícias devem ser desbaratadas

"A tragédia da Muzema mostra o que acontece quando a milícia se encontra com a especulação imobiliária. Essa máfia tem que ser desbaratada. São 60 prédios na mesma situação. A investigação precisa chegar nos mandantes: quem está por trás das milícias do Rio de Janeiro?", questionou o líder do MTST

Boulos após desabamento de prédios no Rio: milícias devem ser desbaratadas
Boulos após desabamento de prédios no Rio: milícias devem ser desbaratadas

247 - O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, cobrou investigação sobre a milícia supostamente envolvida na construção dos dois prédios que desabaram nesta sexta-feira (12) na comunidade da Muzema, no bairro Itanhangá, na zona oeste do Rio. Ao menos duas pessoas morreram.

"A tragédia da Muzema mostra o que acontece quando a milícia se encontra com a especulação imobiliária. Essa máfia tem que ser desbaratada. São 60 prédios na mesma situação. A investigação precisa chegar nos mandantes: quem está por trás das milícias do Rio de Janeiro?", questionou o ativista no Twitter.

De acordo com a Prefeitura do Rio, os prédios desmoronados eram construções irregulares que não foram autorizadas pelos órgãos fiscalizadores. O Executivo também informou que a região é controlada por milícias, que a fiscalização só entra no local com proteção policial e que as obras chegaram a ser interditadas em novembro de 2018.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247