Boulos: Guedes quer entregar a nossa aposentadoria aos bancos

"O objetivo de Paulo Guedes é entregar a nossa aposentadoria aos bancos. E a canalhice é sem disfarces: 'Aguardamos ansiosamente as medidas', diz presidente de Associação de Banqueiros", afirmou o líder do MTST

Boulos: Guedes quer entregar a nossa aposentadoria aos bancos
Boulos: Guedes quer entregar a nossa aposentadoria aos bancos (Foto: Mídia Ninja)

247 - O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, criticou a proposta de Reforma da Previdência entregue pelo presidente Jair Bolsonaro à Câmara dos Deputados na quarta-feira (20).

"O objetivo de Paulo Guedes é entregar a nossa aposentadoria aos bancos. E a canalhice é sem disfarces: 'Aguardamos ansiosamente as medidas', diz presidente de Associação de Banqueiros", escreveu o ativista no Twitter.

O dirigente da entidade citada por Boulos é Carlos Ambrósio, que teve um almoço com jornalistas na sede da associação nesta quinta-feira (21).

"A reforma é necessária e está sendo construída com objetivo de eliminar distorções do sistema. Haverá ajustes na proposta. Mas esperamos que seja aprovada o mais rápido possível. Estamos aguardando ansiosamente", disse ele.

A proposta prevê idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres se aposentarem. Também consta no projeto 40 anos de contribuição para o cidadão ter direito a 100% do benefício.

O projeto implementa o chamado regime de capitalização, em que o trabalhador abre uma conta individual e faz uma espécie de poupança para se aposentar no futuro. 

O governo fixou a idade de 70 anos para idosos receberem o Benefício de Prestação Continuidade (BPC). Atualmente a idade é de 65 anos. O valor será de R$ 400, abaixo do salário mínimo vigente no Brasil.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247