Boulos: Lula novamente condenado, e Temer, Jucá, Aécio e Flávio soltos

"A cada dia fica mais clara a parcialidade do Judiciário contra Lula", escreveu o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, ao comentar a decisão da juíza federal Gabriela Hardt que condenou o ex-presidente Lula a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo sobre o sítio em Atibaia; Boulos enfatiza que Lula "é um preso político"

Boulos: Lula novamente condenado, e Temer, Jucá, Aécio e Flávio soltos
Boulos: Lula novamente condenado, e Temer, Jucá, Aécio e Flávio soltos (Foto: Ricardo Stuckert)

247 - O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, afirmou que a nova condenação de Lula, agora no processo sobre o sítio em Atibaia, evidencia a parcialidade e perseguição contra o ex-presidente.

"A cada dia fica mais clara a parcialidade do Judiciário contra Lula. É um preso político", escreveu Boulos em sua página nas redes sociais.

"Lula sofre nova condenação. Mais 12 anos. Enquanto isso: Temer solto. Jucá solto. Aécio solto e deputado Flávio Bolsonaro no Senado", apontou Boulos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247