Caminhoneiros cogitam greve após alta do diesel: "tem vários motoristas querendo parar"

De acordo com presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), Plinio Dias, lideranças da categoria terão em outubro um encontro no Rio para definir como reagirão aos aumentos no preço do diesel

Presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), Plinio Dias
Presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), Plinio Dias (Foto: Reuters | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), Plinio Dias afirmou que, no próximo dia 16 de outubro, lideranças da categoria terão uma reunião para decidir se reagirão ao aumento do preço do diesel nas refinarias em quase 9% a partir de quarta-feira (29). "Tem vários motoristas querendo parar, mas tudo vai depender desse encontro no Rio", afirmou Dias à coluna de Chico Alves, publicada no portal Uol. 

Com o ajuste, o valor médio do diesel vendido pela companhia a distribuidoras passará de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,25 por litro. 

"Nossa intenção não é essa e sim sentar e dialogar pra todos saírem com ótimas condições de trabalho, sem ter que paralisar nosso país", afirmou Dias.

PUBLICIDADE

O líder caminhoneiro destacou que a solução do problema cabe ao governo federal. "Nossa intenção é que o presidente Bolsonaro e o presidente da Petrobras resolvam isso, pois está nas mãos deles", afirmou.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email