Candidata da Globo, Cármen Lúcia diz que Brasil vai sobreviver

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, afirmou nesta sexta-feira 19 que o "país sempre vai sobreviver, porque o país é o povo", ao comentar o atual momento político; "As gerações, eu acredito muito que vão vir coisas e pessoas boas, depois que a gente já tiver ido embora, e que vão lembrar isso como uma passagem", disse a presidente do Supremo", acrescentou a ministra; em sua avaliação, as instituições brasileiras estão funcionando

Cármen Lúcia
Cármen Lúcia (Foto: Gisele Federicce)

André Richter - Repórter da Agência Brasil

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, afirmou hoje (19) que o "país sempre vai sobreviver, porque o país é o povo", ao comentar o atual momento político. A declaração foi feita pela ministra após uma visita informal ao comitê de imprensa do tribunal.

"O país sempre vai sobreviver, porque o país é o povo. E o povo, o ser humano, tem o instinto de vida muito mais forte que o de instinto de morte. As gerações, eu acredito muito que vão vir coisas e pessoas boas, depois que a gente já tiver ido embora, e que vão lembrar isso como uma passagem", disse a presidente do Supremo.

Na avaliação de Cármen Lúcia, as instituições brasileiras estão funcionando. "Preocupados com o Brasil, nós estamos o tempo todo. O papel do Poder Judiciário, no que a democracia ajudar, nós estamos fazendo, temos que continuar. As instituições estão funcionando, o Brasil está dando uma demonstração, acho que de maturidade democrática. Os percalços fazem parte das intempéries."

Ao vivo na TV 247 Youtube 247