Carlos Bolsonaro volta a insinuar que querem a morte de seu pai

"Bolsonaro sobreviveu a tentativa de assassinato por ex-integrante do PSOL, o irmão siamês do PT. Após Davos, se Deus quiser, realizará cirurgia para retirar sua bolsa de colostomia. O que tem de torcedores para não existir sucesso não está no gibi. Tudo ao alcance dos olhos!", postou o filho de Bolsonaro no Twitter; em novembro, ele já havia tocado no tema, dizendo que seu pai poderia ser morto por alguém que está "muito perto"

Carlos Bolsonaro volta a insinuar que querem a morte de seu pai
Carlos Bolsonaro volta a insinuar que querem a morte de seu pai

247 - Em meio ao escândalo que implicam diretamente seu irmão mais velho, Flávio Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro voltou a chamar atenção neste sábado 19, em seu Twitter, para um suposto desejo de morte contra seu pai, Jair Bolsonaro. Desta vez, ele insinua que querem a morte do presidente na cirurgia marcada para o dia 28 de janeiro. Na postagem, ele também descreve o autor da facada em Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira, como "ex-integrante do PSOL, irmão siamês do PT".

"Bolsonaro sobreviveu a tentativa de assassinato por ex-integrante do PSOL, o irmão siamês do PT. Após Davos, se Deus quiser, realizará cirurgia para retirar sua bolsa de colostomia. O que tem de torcedores para não existir sucesso não está no gibi. Tudo ao alcance dos olhos!", postou o filho de Bolsonaro no Twitter.

Não é a primeira vez que Carlos Bolsonaro fala em ameaças de morte contra seu pai. Em novembro de 2018, ele já havia dito, também pelas redes sociais, que o então presidente eleito poderia ser morto por alguém que está "muito perto".

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247