Cármen Lúcia derruba liminar que autorizava a 'cura gay'

Ministra do Supremo Tribunal federal (STF) Cármen Lúcia cassou uma liminar da Justiça Federal de Brasília que autorizava psicólogos de todo o país a realizarem "terapia de reversão sexual" em homossexuais, a chamada "cura gay; com a decisão, a resolução do Conselho Federal de Psicologia, contrária ao procedimento, volta a ter validade em todo o território nacional

Cármen Lúcia derruba liminar que autorizava a 'cura gay'
Cármen Lúcia derruba liminar que autorizava a 'cura gay' (Foto: Carlos Moura/SCO/STF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A ministra do Supremo Tribunal federal (STF) Cármen Lúcia cassou uma liminar da Justiça Federal de Brasília que autorizava psicólogos de todo o país a realizarem "terapia de reversão sexual" em homossexuais, a chamada "cura gay", segundo informações do jornalista Guilherme Amado, da revista Época.

Com a decisão, a resolução do Conselho Federal de Psicologia, contrária ao procedimento, volta a ter validade em todo o território nacional.
Na resolução, as "terapias de reversão sexual" são proibidas, uma vez que a homossexualidade deixou de ser considerada doença pela Organização Mundial da Saúde desde 1990.

Leia mais no Brasil 247

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247