Centrão dificulta votação na Câmara sobre adiamento de eleições municipais

Os partidos do Centrão, como PP, PL, MDB e Republicanos estão impedindo a votação na Câmara da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) aprovada pelo Senado, que adia a data das eleições municipais deste ano devido à pandemia da Covid-19

Plenário da Câmara dos Deputados
Plenário da Câmara dos Deputados (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os partidos do Centrão, indiferentes ao fato de que o país está vivendo uma pandemia com mais de 1 milhão de infectados e quase 54 mil mortos, estão dificultando a votação na Câmara da Proposta de Emenda Constitucional aprovada no Senado sobre alterações no calendário eleitoral. 

Esses partidos do Centrão apostam que seus prefeitos têm mais chance de reeleição se forem mantidas as datas atuais, já que, em geral, o Poder Executivo municipal está em evidência no combate à Covid-19, informa O Globo.

A Constituição determina que primeiro e segundo turno ocorram, respectivamente, no primeiro e último domingo de outubro (dias 4 e 25). Após sugestão de adiamento feita pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, o Senado aprovou a PEC que prevê o pleito em 15 e 29 de novembro. 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na terça-feira (23) que continuará conversando com os deputados sobre qual caminho tomar e quando pautar a votação da PEC.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247