Ciro diz que guerra entre “coxinhas e mortadelas” precisa acabar

Pedetista foi o primeiro sabatinado no Jornal Nacional, que sempre entrevista presidenciáveis com tom inquisitório e com pouca discussão de propostas; Ciro falou sobre um de seus principais projetos e também sobre alianças eleitorais no segundo turno, unido as principais forças de esquerda

Ciro diz que guerra entre “coxinhas e mortadelas” precisa acabar
Ciro diz que guerra entre “coxinhas e mortadelas” precisa acabar (Foto: Kelly Fuzaro/Band)

247 - Em uma entrevista em tom inquisitório, como costumam ser as que o Jornal Nacional promove com os presidenciáveis, Ciro Gomes (PDT) foi sabatinado no principal telejornal da Rede Globo nesta segunda-feira (27).

Ciro falou sobre alguns projetos de seu governo, como a renegociação de dívidas de pessoas que tem o nome registrado no sistema de proteção ao crédito, mas também falou sobre a aliança a esquerda e sobre sua vice, a senadora Kátia Abreu (PDT).

"Minha aliança com Kátia Abreu lembra a do Lula com o Zé Alencar, não lembra?", questionou o candidato, lembrando do então vice-presidente de Lula, o empresário Zé Alencar.

Sobre uma aliança com outros partidos do campo progressista, como PT e PCdoB, Ciro disse que esta aliança nunca esteve disponível, mas reforçou que estes partidos estarão juntos no segundo turno.

"Precisamos encerrar essa luta odienta entre coxinhas e mortadelas, precisamos fazer tudo o que está ao nosso alcance para promover esta reunião entre os brasileiros", afirmou o pedetista.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247