Ciro sobre Bolsonaro: se não aguenta brincar, não desce para o play

Presidenciável Ciro Gomes (PDT) disse cutucou o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que pode deixar de participar de debates; "É preciso se submeter a críticas, porque senão, fica muito inconfiável falar o maior disparate, a maior bobagem do mundo e não ter contestação porque está dentro de uma cápsula. Se você não aguenta brincar, não desce para o play", afirmou 

Ciro sobre Bolsonaro: se não aguenta brincar, não desce para o play
Ciro sobre Bolsonaro: se não aguenta brincar, não desce para o play (Foto: Dir.: Valter Campanato - ABR)

247 - O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, disse nesta quinta-feira (23), cutucou o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que pode deixar de participar de debates por orientação de coordenadores de campanha.

"Quem quer ser presidente de um país como o nosso não pode ficar falando só para convertidos. É preciso se submeter a críticas, porque senão, fica muito inconfiável falar o maior disparate, a maior bobagem do mundo e não ter contestação porque está dentro de uma cápsula. Se você não aguenta brincar, não desce para o play", afirmou Ciro à imprensa, em ato de campanha no Distrito Federal.

Sem citar a quem se referia, Ciro criticou políticos que exploram o "medo" dos eleitores e fazem "propostas demagógicas". "O Brasil precisa se unificar, é preciso encerrar a cultura de ódio que está se agravando dramaticamente, as diferenças entre todos nós, e isso se dá porque alguns políticos estão explorando justo o medo que o nosso povo tem e fazendo propostas demagógicas que são absolutamente impraticáveis", discursou Ciro.

O pededista também afirmou ser "totalmente favorável" à criminalização do caixa 2 (dinheiro de campanha eleitoral não contabilizado oficialmente). Atualmente, esta prática não é tipificada como crime, sendo enquadrada apenas na legislação eleitoral, com penas mais brandas. "Eu sou completamente a favor de criminalizar o caixa dois não só com penas de segregação da liberdade, de cadeia, mas a própria expropriação do dinheiro roubado", declarou o pedetista.

Segundo turno

Ciro não quis dizer sobre quem preferiria disputar um segundo turno, Ciro desconversou. "A gente não escolhe adversário e esse extremismo só tem base porque a sociedade brasileira está muito machucada, indignada com as mazelas da política e só o exemplo das pessoas vai fazer com que o nosso povo volte a ter confiança", enfatizou.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247