Coletivo O Brado quis homenagem “Personalidade do Ano” para Lula em NY

O coletivo O Brado, de Nova York (EUA), criou o prêmio 'Personalidade do Ano' para o ex-presidente Lula, mas desistiu por causa de protestos; "Quando estava no poder, Lula não apenas transformou o Brasil em um poderoso agente global, como também fez avançar importantes políticas que visavam proteger o meio ambiente e os direitos humanos", afirma

Coletivo O Brado quis homenagem “Personalidade do Ano” para Lula em NY
Coletivo O Brado quis homenagem “Personalidade do Ano” para Lula em NY (Foto: Stuckert)

247 - O coletivo O Brado, de Nova York (EUA) criou o prêmio 'Personalidade do Ano' para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas desistiu por causa de protestos. A iniciativa seria uma contrapartida à homenagem que o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) receberia na cidade. Segundo o coletivo, Bolsonaro é "racista, homofóbico, misógino, sexista e quer destruir a população indígena do Brasil e nossos recursos naturais. Junto com os políticos, LGBTQ e grupos ambientais, expressamos nosso desgosto".

"Durante toda a sua jornada como líder político, Lula sempre respeitou e elogiou todas as religiões, raças, etnias, pessoas LGBT e todos os seres humanos. Quando estava no poder, Lula não apenas transformou o Brasil em um poderoso agente global, como também fez avançar importantes políticas que visavam proteger o meio ambiente e os direitos humanos", afirma.

Confira a nota publicada na Revista Forum:

Lula – Personalidade do Ano – Nova York 2019

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, e outros políticos proeminentes se pronunciaram publicamente contra um evento que iria homenagear o presidente fascista do Brasil, Jair Bolsonaro, como a Pessoa do Ano. Ele é racista, homofóbico, misógino, sexista e quer destruir a população indígena do Brasil e nossos recursos naturais. Junto com os políticos, LGBTQ e grupos ambientais, expressamos nosso desgosto; Bolsonaro cancelou sua participação depois de perceber que ele é uma persona non grata. O mundo sabe que qualquer comunidade deve ter medo deste “ser humano muito perigoso”, como afirma o nosso prefeito.

O BRADO-NY sediará um evento para a real Pessoa do Ano: Luiz Inácio Lula da Silva, que é mantido preso político desde abril de 2018. Durante toda a sua jornada como líder político, Lula sempre respeitou e elogiou todas as religiões, raças, etnias, pessoas LGBT e todos os seres humanos. Quando estava no poder, Lula não apenas transformou o Brasil em um poderoso agente global, como também fez avançar importantes políticas que visavam proteger o meio ambiente e os direitos humanos. Ainda há muito a ser feito, mas ele colocou o Brasil na direção certa: o caminho do amor, respeito e justiça social. Essa é a razão pela qual ele foi preso; diferentemente de Bolsonaro, ele não escolheu exercer o poder sobre as pessoas ou a cobiça sobre a natureza. Para receber o prêmio, teremos Lurian Lula da Silva, filha do ex-presidente. Junte-se a nós!

Ao vivo na TV 247 Youtube 247