Com propaganda de Eduardo Bolsonaro, sessão de filme que nega ditadura é um fiasco

Apesar de Eduardo se esforçar muito na divulgação, com direito a vídeo nas suas redes sociais, o público foi minguado. Não apareceram nem 40 pessoas na Vila Planalto, bairro central de Brasília

(Foto: Reprodução/Twitter)

Revista Fórum - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) resolveu fazer, nesta quinta-feira (7), na Vila Planalto, em Brasília, uma projeção em praça pública de “1964 – O Brasil entre armas e livros”, do Brasil Paralelo, um filme que nega a ditadura militar no Brasil.

Apesar de Eduardo se esforçar muito na divulgação, com direito a vídeo nas suas redes sociais, o público foi minguado. Não apareceram nem 40 pessoas, conforme se pode ver nas fotos publicadas no Twitter de Guga Noblat.

Leia mais na Fórum.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247