Com propaganda de Eduardo Bolsonaro, sessão de filme que nega ditadura é um fiasco

Apesar de Eduardo se esforçar muito na divulgação, com direito a vídeo nas suas redes sociais, o público foi minguado. Não apareceram nem 40 pessoas na Vila Planalto, bairro central de Brasília

(Foto: Reprodução/Twitter)

Revista Fórum - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) resolveu fazer, nesta quinta-feira (7), na Vila Planalto, em Brasília, uma projeção em praça pública de “1964 – O Brasil entre armas e livros”, do Brasil Paralelo, um filme que nega a ditadura militar no Brasil.

Apesar de Eduardo se esforçar muito na divulgação, com direito a vídeo nas suas redes sociais, o público foi minguado. Não apareceram nem 40 pessoas, conforme se pode ver nas fotos publicadas no Twitter de Guga Noblat.

Leia mais na Fórum.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247