Comissão de Direitos Humanos denuncia Bolsonaro à ONU e OMS por "crimes contra a saúde pública"

"Nós esperamos uma recomendação dura ao governo brasileiro. Se a recomendação não for acatada, que haja sanções", defendeu o presidente da Comissão, deputado Helder Salomão

Comissão de Direitos Humanos denuncia Bolsonaro à ONU e OMS por "crimes contra a saúde pública"
Comissão de Direitos Humanos denuncia Bolsonaro à ONU e OMS por "crimes contra a saúde pública" (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Em documento encaminhando ao diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Adhanom Ghebreyesus, para a Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, e para o presidente da CIDH (Comissão Interamericana de Direitos Humanos), Joel Hernández García, o presidente e os vice-presidentes da Comissão de Direitos Humanos da Câmara denunciam a condução de Jair Bolsonaro frente à crise do novo coronavírus e cobram providências.

O documento foi enviado nesta segunda-feira (6) e é assinado pelo presidente da comissão, Helder Salomão (PT-ES), e os vices: Padre João (PT-MG), Túlio Gadelha (PDT-PE), Camilo Capeberibe (PSB-AC).

"O presidente está comentando crime contra a saúde pública, flertando com o risco de genocídio e colocando em risco a vida de milhões de brasileiros", disse Salomão, em entrevista ao site UOL.

PUBLICIDADE

De acordo com o parlamentar, o ofício encaminhado aos órgãos internacionais lista as declarações de Bolsonaro que minimizaram a pandemia e denuncia que ele incentivou e participou de manifestações pró-governo no início de março contra o isolamento.

"Nós esperamos uma recomendação dura ao governo brasileiro. Se a recomendação não for acatada, que haja sanções", defendeu Salomão.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email