Comissão em defesa dos direitos humanos une ex-ministros

Grupo formado inicialmente por 20 pessoas, entre juristas, intelectuais, jornalistas e ativistas, vai lançar no dia 20 de fevereiro a Comissão Arns, que terá como destino acompanhar, ao lado de outros entidades do gênero, casos de graves violações aos direitos humanos; o presidente será o ex-ministro do governo FHC Paulo Sérgio Pinheiro

www.brasil247.com - Comissão em defesa dos direitos humanos une ex-ministros
Comissão em defesa dos direitos humanos une ex-ministros (Foto: Brasil247)


247 - Um grupo formado inicialmente por 20 pessoas, entre juristas, intelectuais, jornalistas e ativistas, vai lançar no próximo dia 20 de fevereiro a Comissão Arns, que terá como destino acompanhar, ao lado de outros entidades do gênero, casos de graves violações aos direitos humanos. O presidente será o ex-ministro do governo FHC Paulo Sérgio Pinheiro.

O propósito é reagir à ideia de que o país está conformado a um certo grau de tolerância com o arbítrio, informa reportagem publicada pelo Valor Econômico.

Entre os integrantes estão os ex-ministros José Gregori (FHC), Luiz Carlos Bresser Pereira (Sarney e FHC), Paulo Sérgio Pinheiro (FHC), José Carlos Dias (FHC), Claudia Costin (FHC) e Paulo Vannuchi (Lula). A presidente de honra será a ex-presidente da Comissão de Justiça e Paz de São Paulo, Margarida Genevois, e o presidente, Paulo Sérgio Pinheiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email