Conselho de Ética da Câmara marca para próxima terça instauração de inquérito contra Daniel Silveira

O relator do processo deve ser sorteado na próxima terça, dando início ao inquérito. O processo deve ter tramitação mais rápida. Punição final é a perda do mandato

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados marcou para a próxima terça-feira (23) a instauração do inquérito contra o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso por ameaçar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Juscelino Filho (DEM-MA), presidente do conselho, disse que espera rapidez na tramitação: "Como essa representação veio da Mesa Diretora da Casa, ela já chega em um passo adiante das demais, que foram representações de partidos políticos ou de parlamentares: ela já chega admitida no Conselho de Ética e supera a fase do parecer preliminar", disse, conforme reportado no Uol. 

Na terça, deve ocorrer o sorteio da lista tríplice para relator do processo. A partir disso, a defesa de Silveira terá 10 dias para ser apresentada, as provas são colheitas, apresentadas e o relatório final é votado. 

A punição máxima é a perda de mandato.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email