Construção de ponte pode onerar conta de luz

A Itaipu Binacional, empresa que gerencia a maior hidrelétrica do mundo, está sendo pressionada a pagar pela construção de duas novas pontes para interligar os países vizinhos. Já há decretos que autorizam as obras, afirmam pessoas que acompanham a negociação. Custo da construção - até aqui, R$ 659 milhões - pode ser repassado às tarifas de energia

Construção de ponte pode onerar conta de luz
Construção de ponte pode onerar conta de luz

247 - A Itaipu Binacional, empresa que gerencia a maior hidrelétrica do mundo, está sendo pressionada a pagar pela construção de duas novas pontes para interligar os países vizinhos. Já há decretos que autorizam as obras, afirmam pessoas que acompanham a negociação. Custo da construção - até aqui, R$ 659 milhões - pode ser repassado às tarifas de energia.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca o temor do setor elétrico: "no setor de energia, porém, as pontes estão gerando polêmica. Itaipu é bancada pela chamada tarifa custo —ou seja, todas as suas despesas são repassadas à tarifa de energia. Há temor de que os dois projetos de infraestrutura viária onerem a conta de luz. Questiona-se principalmente o fato de uma das pontes estar a 800 quilômetros da usina."

A matéria explica a possível viabilidade das obras: "os defensores das pontes argumentam que a tarifa de Itaipu está congelada há anos, em dólar, e a empresa garante que ela não será reajustada, pois cortes em outras áreas vão compensar um eventual aumento de gastos com as obras.

E pondera: "no entanto, especialistas do setor de energia, críticos à proposta, questionam que, se pode haver cortes nas despesas, melhor seria reduzir a tarifa dos consumidores. Também ressaltam que é preciso ter cautela com a aprovação dos empreendimentos financiados por Itaipu."

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247