Contra cláusula de barreira, PCdoB formaliza incorporação do PPL

A presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos destacou que o PCdoB e o PPL comungam da análise de que, com a vitória de Jair Bolsonaro, da extrema-direita, nas eleições presidenciais, o Brasil passou a viver um novo ciclo político, no qual estarão sob forte ameaça a democracia, a soberania nacional e os direitos da classe trabalhadora

Contra cláusula de barreira, PCdoB formaliza incorporação do PPL
Contra cláusula de barreira, PCdoB formaliza incorporação do PPL

247 - As respectivas instâncias de PCdoB e do PPL aprovaram neste sábado (1°) a união entre as duas legendas, onde o primeiro incorporará o segundo, contra a cláusula de barreira que ameaça ambas as legendas. Os detalhes da fusão, que manterá nome, símbolo, estatuto e programas do Partido Comunista do Brasil.

A presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos destacou que o PCdoB e o PPL comungam da análise de que, com a vitória de Jair Bolsonaro, da extrema-direita, nas eleições presidenciais, o Brasil passou a viver um novo ciclo político, no qual estarão sob forte ameaça a democracia, a soberania nacional e os direitos da classe trabalhadora.

A direção nacional do PCdoB aprovou ainda um projeto de resolução com a nominata da nova direção nacional, que será deliberada na reunião conjunta, já mencionada, dos congressos das duas legendas. Essa nominata é constituída de 170 nomes, dos quais, 130 são os atuais membros do Comitê Central e 40 oriundos de indicação pelo PPL.

No dia 2 dezembro, na cidade de São Paulo, como parte desse rito político e jurídico, os dois partidos realizarão uma sessão conjunta do Comitê Central do PCdoB e do Congresso Extraordinário do PPL, na qual deverá ser aclamada a união do PPL ao PCdoB acompanhada de um pronunciamento político das presidências das duas legendas e de outras lideranças.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247