Coronel pagou reforma de filha de Temer, diz vendedor

Acusado na delação da JBS de ter recebido R$ 1 milhão de uma doação ilegal que abasteceria em R$ 15 milhões campanhas do PMDB, o coronel João Batista Lima Filho, amigo de longa data de Michel Temer, foi responsável pelo pagamento de material de construção para uma obra num imóvel associado a Maristela Temer, filha do peemedebista;  a Argeplan, empresa do coronel, foi quem acertou os custos de compras feitas em uma empresa no interior de São Paulo, responsável pela reforma

 Moreira Franco
Michel Temer
Eliseu Padilha
 Moreira Franco Michel Temer Eliseu Padilha (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Amigo de longa data de Michel Temer e acusado, em delação da JBS, de ter recebido R$ 1 milhão de uma doação ilegal que abasteceria em R$ 15 milhões campanhas do PMDB, o coronel João Batista Lima Filho foi responsável pelo pagamento de material de construção para uma obra num imóvel associado a Maristela Temer, filha do peeemedebista. A Argeplan, empresa do coronel, foi quem acertou os custos de compras feitas em uma empresa no interior de São Paulo, responsável pela reforma.

As informações são de reportagem de Juliana Arreguy em O Globo.

"Entre documentos apreendidos no escritório do militar aposentado, semanas atrás, há um recibo de projeto de reforma de um imóvel que seria de Maristela Temer, no bairro de Alto de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo.

Uma nota fiscal expedida pela marcenaria Móveis e Esquadrias Santos Limitada, do município de Garça, no interior do estado, mostra que a Argeplan foi quem acertou o pagamento. A participação da empresa do coronel no serviço foi confirmada pelo empresário Marcos Lourenço, dono da empresa e quem assina a nota."

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247