Cresce a rejeição aos protestos desde junho

Índice de apoio às manifestações pelo país atingiu nível mais baixo desde os primeiros atos que mobilizaram um milhão de brasileiros às ruas: 42% são contra os protestos – percentual era de 15% em junho do ano passado; em relação aos protestos contra a Copa do Mundo, apenas 32% são a favor, enquanto 63% são contra

Índice de apoio às manifestações pelo país atingiu nível mais baixo desde os primeiros atos que mobilizaram um milhão de brasileiros às ruas: 42% são contra os protestos – percentual era de 15% em junho do ano passado; em relação aos protestos contra a Copa do Mundo, apenas 32% são a favor, enquanto 63% são contra
Índice de apoio às manifestações pelo país atingiu nível mais baixo desde os primeiros atos que mobilizaram um milhão de brasileiros às ruas: 42% são contra os protestos – percentual era de 15% em junho do ano passado; em relação aos protestos contra a Copa do Mundo, apenas 32% são a favor, enquanto 63% são contra (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Desde as manifestações de junho, que trouxeram um milhão de brasileiros às ruas, o apoio aos atos de rua caiu atingiu o índice mais baixo, segundo o Datafolha.

De acordo com a pesquisa 52% apoiam as manifestações. Em junho, o percentual era de 81%. A rejeição aos protestos aumentou de 15% para 42% no mesmo período.

Em relação aos atos contra a Copa do Mundo, apenas 32% são a favor, enquanto 63% são contra.

Quanto ao perfil do entrevistado, 60% dos que estão de acordo com os movimentos são da região Sul, 72% tem curso superior e a maioria pretende votar no governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) e no senador Aécio Neves (PSDB) em 2014: 59% e 58%, respectivamente.

Saiba mais aqui.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email