Cristovam Buarque declara apoio a Lula após agressões de Ciro a Dilma

“Cada vez que ouço os destemperos do Ciro, no estilo Bolsonaro, aumenta a percepção de que o melhor nome é Lula”, defendeu o ex-ministro, após as agressões misóginas do pedetista contra Dilma Rousseff

Cristovam Buarque, Dilma e Ciro Gomes
Cristovam Buarque, Dilma e Ciro Gomes (Foto: Agência Senado | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ex-ministro Cristovam Buarque (Cidadania-DF) usou suas redes sociais nesta quinta-feira (14) para rechaçar as agressões do presidenciável Ciro Gomes contra a ex-presidente Dilma Rousseff: “Cada vez que ouço os destemperos do Ciro, no estilo Bolsonaro, aumenta a percepção de que o melhor nome é Lula”.

Em entrevista ao Estado de S. Paulo, Ciro disse que se arrependeu por não ter apoiado o golpe de 2016, que destruiu a economia e a imagem do Brasil, e agrediu a ex-presidente Dilma, que reagiu com elegância.


PUBLICIDADE

Cristovam, que foi governador do Distrito Federal pelo PT e ministro da Educação no início do primeiro governo de Lula, entre 2003 e 2004, votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff em 2016, mas defendeu recentemente “a união em torno de Lula, já no 1º turno, precisa ser feita para calar as milícias”, referindo-se a Bolsonaro. 

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email