Cunha, Dirceu e Vaccari dormem no chão em área hospitalar em presídio

O hospital foi recentemente reformado e, por conta disso, os presos ainda dormem em colchões no chão; segundo o Conselho da Comunidade de Curitiba, vinculado ao sistema penitenciário e que atua pela garantia da integridade dos detentos, a previsão é de que as camas cheguem em até 10 dias

Cunha, Dirceu e Vaccari dormem no chão em área hospitalar em presídio
Cunha, Dirceu e Vaccari dormem no chão em área hospitalar em presídio

247 - O ex-deputado federal Eduardo Cunha, o ex-ministro José Dirceu o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari, e o ex-senador Gim Argello dividindo um espaço de 20 metros quadrados em uma enfermaria da ala do hospital penitenciário do Complexo Médico Penal, em Pinhais, no Paraná, desde a última quinta-feira.

O hospital foi recentemente reformado e, por conta disso, os presos ainda dormem em colchões no chão. Segundo o Conselho da Comunidade de Curitiba, vinculado ao sistema penitenciário e que atua pela garantia da integridade dos detentos, a previsão é de que as camas cheguem em até 10 dias.

"De uma maneira geral, os presos da Lava-Jato acharam melhor as condições do hospital, já que estão isolados dos demais. Além disso, na ala hospitalar eles têm mais acesso aos advogados, já que não há parlatório, espaço onde a conversa entre cliente e advogado se dá por meio de fones", diz a presidente do Conselho, Isabel Mendes.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247