Da prisão, Lula orienta articulação política e lê a blogosfera

A rotina do ex-presidente Lula há mais de cem dias na Superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba, tem sido intensa e com muita articulação política; Lula recebe regularmente seus oito advogados – dentre os quais estão Fernando Haddad e Eugênio Aragão – e passa orientações sistemáticas à direção do PT; o ex-presidente costuma receber informações da blogosfera e dos jornais e passa a noite escrevendo bilhetes para aliados em todo o Brasil, que são fotografados e enviados aos destinatários por sua assessoria

Da prisão, Lula orienta articulação política e lê a blogosfera
Da prisão, Lula orienta articulação política e lê a blogosfera (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – A rotina do ex-presidente Lula há mais de cem dias na Superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba, tem sido intensa e com muita articulação política, informam os jornalistas Sérgio Roxo e Thiago Herdy do jornal O Globo. Lula recebe regularmente seus oito advogados – dentre os quais estão Fernando Haddad e Eugênio Aragão – e passa orientações sistemáticas à direção do PT. O ex-presidente passa a noite escrevendo bilhetes para aliados de todo o Brasil, que são fotografados e enviados aos destinatários por sua assessoria.

“Mesmo preso há mais de cem dias em Curitiba, Lula continua dando as cartas em todas as movimentações políticas do PT. Graças a uma estrutura montada pela legenda para permitir rapidez na troca de informações entre a cela na Superintendência da Polícia Federal e os líderes em São Paulo e Brasília, Lula consegue delegar tarefas e participar de todas as decisões importantes, do posicionamento do partido nas eleições estaduais às negociações com aliados na disputa presidencial. Até gravações de reuniões da sigla ele recebe na prisão. Lula tem uma rede de advogados autorizados a visitá-lo. Oito o fazem com regularidade. Participam desse grupo não só os defensores que atuam no processo criminal, mas também aliados políticos que têm registro profissional de advogado como ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão e o coordenador de seu programa de governo, Fernando Haddad. Nas quintas-feiras, Lula recebe a visita de dois políticos. Além de dirigentes petistas, já estiveram com ele nesse dia, entre outros, João Pedro Stédile, do MST, e o ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica.

Essa rede ampla faz com que o entre e sai na sala do petista seja intenso ao longo do dia. Pela manhã, um advogado costuma levar ao petista um resumo do que foi publicado de mais importante naquele dia nos jornais e sites de internet. É por ali que o ex-presidente começa a tomar conhecimento da conjuntura e das movimentações de potenciais aliados e adversários. Sempre que uma visita deixa a Superintendência da PF, mensagens escritas a mão pelo ex-presidente são entregues a Marco Aurélio Ribeiro, de 32 anos, funcionário do Instituto Lula, que fotografa os bilhetes e os despacha ao destinatário por aplicativo de troca de mensagem de celular. Em pequenos bilhetes, Lula pede a lideranças petistas que escrevam relatórios sobre negociações e conjuntura política de determinado estado. A estrutura montada permite que, algumas vezes, na tarde do mesmo dia, o relatório já esteja com o chefe.”

Leia mais aqui.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email