Damares anula anistia de 300 perseguidos políticos

Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que já disse que quer acabar com a Comissão de Anistia, assinou portaria que anula diversas anistias concedidas a perseguidos políticos. Pelo menos 300 pessoas foram alvo da ministra

Damares Alves
Damares Alves (Foto: Júlio Nascimento/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, assinou uma portaria  que anula diversas anistias concedidas a perseguidos políticos. Pelo menos 300 pessoas foram alvo da ministra.

Entre os argumentos usados por Damares está “a ausência de comprovação da existência de perseguição exclusivamente política no ato concessivo”.

A Comissão de Anistia foi criada em 2001 e é responsável pelas políticas de reparação e memória às vítimas da ditadura militar no Brasil (1964-1985).

Damares já afirmou em entrevista recente à Gazeta do Povo que "gostaria muito" que a Comissão de Anistia, que pertence à sua pasta, fosse dissolvida até o final deste ano. Damares considera que "já era para ter acabado essa Comissão".

"A lei é muito clara. É para analisar requerimentos de pessoas que foram perseguidas politicamente num período. A maioria dessas pessoas está com idades muito avançadas. Eu não consigo ver pessoas jovens entrando com requerimento agora", disse.

Confira a portaria com os nomes dos perseguidos que tiveram anistia anuladas.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247