Damares ataca jornalista e acusa imprensa de ‘banalizar a sexualização infantil’

A ministra Damares Alves atacou o colunista do Yahoo Matheus Pichonelli e acusou a imprensa de “banalizar a sexualização infantil”. Ponto central da polêmica é o filme “Lindinhas”, da Netflix, que vem sendo acusado pela extrema direita mundial de incentivar a pedofilia

Damares Alves
Damares Alves (Foto: Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, atacou o colunista do site Yahoo Matheus Pichonelli e acusou a imprensa de “banalizar sexualização infantil”.

“Um bom título também seria ‘Por que parte da imprensa insiste em banalizar a sexualização infantil?”, escreveu Damares, no Twitter, ao compartilhar imagem do artigo de Pichonelli em que se pode ver o título “Por que Damares ataca um filme sobre direto a ser criança?”.

O centro da polêmica é o filme “Lindinhas”, recém-lançado no Brasil pela Netflix. Premiada em festival internacional, a película conta a história de Amy, uma menina de 11 anos de origem senegalesa que se muda para a França com sua família. Ela conhece um grupo de dança de garotas de sua idade, “Mignonnes” (o nome original do filme, em francês), o que não é aprovado por sua família religiosa e conservadora.

Leia a íntegra na Fórum. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247