Decisão do STF fez 'evaporar poder' de Esteves

Segundo a colunista Natuza Nery, prisão preventiva fez evaporar no mundo político e empresarial a tese de que o dono do BTG teria poder suficiente para passar poucos dias encarcerado; no pedido enviado ao STF, o PRG Rodrigo Janot diz que a participação de Esteves na Lava Jato já vinha sendo investigada pela força-tarefa do Ministério Público em Curitiba, tendo como foco tanto a relação do BTG com José Carlos Bumlai como com a Petrobras

Segundo a colunista Natuza Nery, prisão preventiva fez evaporar no mundo político e empresarial a tese de que o dono do BTG teria poder suficiente para passar poucos dias encarcerado; no pedido enviado ao STF, o PRG Rodrigo Janot diz que a participação de Esteves na Lava Jato já vinha sendo investigada pela força-tarefa do Ministério Público em Curitiba, tendo como foco tanto a relação do BTG com José Carlos Bumlai como com a Petrobras
Segundo a colunista Natuza Nery, prisão preventiva fez evaporar no mundo político e empresarial a tese de que o dono do BTG teria poder suficiente para passar poucos dias encarcerado; no pedido enviado ao STF, o PRG Rodrigo Janot diz que a participação de Esteves na Lava Jato já vinha sendo investigada pela força-tarefa do Ministério Público em Curitiba, tendo como foco tanto a relação do BTG com José Carlos Bumlai como com a Petrobras (Foto: Roberta Namour)

247 - A decisão do ministro Teori Zavascki, do STF, de manter André Esteves preso por tempo indeterminado fez evaporar no mundo político e empresarial a tese de que o dono do BTG teria poder suficiente para passar poucos dias encarcerado. É o que afirma a colunista Natuza Nery. Segundo ela, já se diz que ele pode “passar um bom tempo” na cadeia.

Leia mais na nota:

Relações perigosas No pedido enviado a Zavascki, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, aponta para uma relação entre o banqueiro e José Carlos Bumlai. Diz que o BTG fez negócios “altamente improváveis e escassamente explicáveis” com os filhos do pecuarista.

No radar O pedido afirma ainda que a participação de Esteves na Lava Jato já vinha sendo investigada pela força-tarefa do Ministério Público em Curitiba, tendo como foco tanto a relação do BTG com Bumlai como com a Petrobras.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247