Delator da OAS diz ter pago propina a ex-prefeito irmão de Toffoli

O ex-presidente da empreiteira OAS Léo Pinheiro afirmou em delação premiada ter pago propina, além de ter efetuado repasses por meio de caixa 2, à campanha de José Ticiano Dias Toffoli, ex-prefeito de Marília (SP) e irmão do presidente do STF, ministro Dias Toffoli; acordo de delação de Léo Pinheiro junto à Procuradoria-Geral da República foi assinado em janeiro deste ano e ainda precisa ser homologado pelo ministro do STF, Edson Fachin

Delator da OAS diz ter pago propina a ex-prefeito irmão de Toffoli
Delator da OAS diz ter pago propina a ex-prefeito irmão de Toffoli

247 - O ex-presidente da empreiteira OAS Léo Pinheiro afirmou em delação premiada ter pago propina, além de ter efetuado repasses por meio de caixa 2, à campanha de José Ticiano Dias Toffoli, ex-prefeito de Marília (SP) e irmão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Pinheiro também teria relatado o pagamento de propina para Vinicius Camarinha, sucessor de Ticiano na prefeitura e atualmente deputado estadual pelo PSB.

O acordo de delação de Léo Pinheiro junto à Procuradoria-Geral da República foi assinado em janeiro deste ano e ainda precisa ser homologado pelo ministro do STF, Edson Fachin.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247