Denunciado, Temer deve trocar chefe da PF até outubro

Diretor-geral do órgão desde janeiro de 2011, Leandro Daiello deve ser substituído nos próximos meses; governo de Michel Temer tentará não passar a imagem de que, com isso, pretende abafar as investigações; segundo reportagem da Folha, Daiello avisou o governo que quer sair e participa do processo de encontrar alguém para o seu lugar

Diretor-geral do órgão desde janeiro de 2011, Leandro Daiello deve ser substituído nos próximos meses; governo de Michel Temer tentará não passar a imagem de que, com isso, pretende abafar as investigações; segundo reportagem da Folha, Daiello avisou o governo que quer sair e participa do processo de encontrar alguém para o seu lugar
Diretor-geral do órgão desde janeiro de 2011, Leandro Daiello deve ser substituído nos próximos meses; governo de Michel Temer tentará não passar a imagem de que, com isso, pretende abafar as investigações; segundo reportagem da Folha, Daiello avisou o governo que quer sair e participa do processo de encontrar alguém para o seu lugar (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, no cargo desde janeiro de 2011, deve ser substituído até outubro pelo governo Michel Temer.

O Planalto tentará não passar a imagem de que, com a troca, pretende abafar as investigações na Lava Jato, pelas quais Temer é denunciado.

Segundo reportagem da Folha, Daiello avisou o governo que quer sair e participa do processo de encontrar alguém para o seu lugar. O nome mais forte até o momento é o de Rogério Galloro, número dois da PF.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247