Dilma suspende nomeação de Paulo Bernardo em Itaipu

Ex-ministro foi citado na Operação Lava Jato num esquema de corrupção investigado no Ministério do Planejamento; sua nomeação para a direção-geral brasileira de Itaipu Binacional, estava pronta na Casa Civil, mas foi adiada pela presidente Dilma Rousseff,após denúncia; Paulo Bernardo é casado com a senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR), também investigada por suposto envolvimento na Lava Jato 

Ex-ministro foi citado na Operação Lava Jato num esquema de corrupção investigado no Ministério do Planejamento; sua nomeação para a direção-geral brasileira de Itaipu Binacional, estava pronta na Casa Civil, mas foi adiada pela presidente Dilma Rousseff,após denúncia; Paulo Bernardo é casado com a senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR), também investigada por suposto envolvimento na Lava Jato 
Ex-ministro foi citado na Operação Lava Jato num esquema de corrupção investigado no Ministério do Planejamento; sua nomeação para a direção-geral brasileira de Itaipu Binacional, estava pronta na Casa Civil, mas foi adiada pela presidente Dilma Rousseff,após denúncia; Paulo Bernardo é casado com a senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR), também investigada por suposto envolvimento na Lava Jato  (Foto: Roberta Namour)

247 - A presidente Dilma Rousseff suspendeu a nomeação de Paulo Bernardo para a direção-geral brasileira de Itaipu Binacional.

Sua nomeação estava pronta na Casa Civil, mas foi adiada pela presidente Dilma Rousseff após o ex-ministro ter sido citado na Operação Lava Jato num esquema de corrupção investigado no Ministério do Planejamento.

Ele é casado com a senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR), também investigada por suposto envolvimento no esquema.

Leia aqui reportagem de Andréia Sadi sobre o assunto.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247