Dirceu: se tiver que ser preso, que seja de forma midiática

Ex-ministro condenado a dez anos e dez meses pelo STF na Ação Penal 470 diz que não pretende negociar para se apresentar, como fez o deputado Natan Donadon. Quer ser recolhido na presença dos amigos e de jornalistas

www.brasil247.com - Ex-ministro condenado a dez anos e dez meses pelo STF na Ação Penal 470 diz que não pretende negociar para se apresentar, como fez o deputado Natan Donadon. Quer ser recolhido na presença dos amigos e de jornalistas
Ex-ministro condenado a dez anos e dez meses pelo STF na Ação Penal 470 diz que não pretende negociar para se apresentar, como fez o deputado Natan Donadon. Quer ser recolhido na presença dos amigos e de jornalistas (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O STF deve dar continuidade ao caso da Ação Penal 470 nesta quarta-feira. A sessão deve definir se a pena de réu José Dirceu será cumprida em regime fechado ou se haverá novo julgamento. Diante da negativa de recursos apresentados, condenados já pensam em suas penas. O ex-ministro definiu até como pretende se entregar à Justiça. Leia a informação de Mônica Bergamo, da Folha:

BIS

José Dirceu deve reunir amigos mais uma vez na quarta para ver com eles o julgamento do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal). A sessão deve definir se parte dele será reaberto ou se Dirceu passará a cumprir pena de prisão ainda neste ano em regime fechado.

PORTA DA FRENTE

PUBLICIDADE

Em caso de prisão, o ex-ministro tem dito que não pretende negociar para se apresentar, de uma forma discreta e fugindo da imprensa, como fez, por exemplo, o deputado Natan Donadon. Será, assim, recolhido na presença dos amigos e de jornalistas.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email